Páginas

Beynac-et-Canezac

Fomos conhecer Beynac-et-Canezac, uma cidade medieval em plena Dordogne (Périgord), um importante cenário da Guerra dos Cem Anos entre a França e Inglaterra em meados do século XIV. Para quem gosta de cenários medievais como eu, é um prato cheio!

O castelo de Beynac fica a meia hora de Sarlat-la-Caneda, no alto de um penhasco a beira do rio Dordogne. Na outra margem alguns quilômetros mais adiante fica o castelo de Castelnaud. Estes dois foram residencias dos reis da França e Inglaterra, e nas batalhas e conquistas ora um foi da França, ora o outro da Inglaterra.


A cidade ao pé do castelo é muito charmosa, tipicamente Dordogne, casas de pedras, vasos de flores e planta nas portas e janelas.


É preciso ter um folego para subir até o castelo, por ruelas sinuosas de pedras irregulares e um tanto estreitas.


Na beira do rio e na entrada da cidade, há algumas boas mas poucas opções de restaurantes. Paramos numa confeitaria para fazer um lanche e confesso que os doces eram ótimos! Mas menus com prato principal e sobremesa ficam por volta de 30€ para mais.





Infelizmente não entramos no castelo, achamos um pouco caro (7,50€ por pessoa). Considerado como fortaleza, sua construção data do ano de 1.115 e entre os séculos XII e XIV foi alternado pelos domínios inglês e francês, até ser tomado pela França em 1453.



Mais a frente da entrada do castelo, há um mirante com uma belíssima vista do rio Dordogne e dos castelos de Castelnaud e Fayrac, propriedade residencial. Sim, alguém mora no castelo!



Mas preferimos alugar uma canoa dupla (19€), saímos de Roche-Gageac e descemos cinco quilômetros até Beynac, e foi uma grande diversão duas pessoas remarem ao mesmo tempo. Calor e água fresca, o trajeto levou cerca de uma hora e quinze.


É possível parar em algumas "praias" para relaxar e tomar banho de rio, ele é totalmente limpo e o fundo de cascalho. Das algas brotam flores formando um tapete de pequenas margaridas, literalmente, um mar de flores!




Como chegar:
De trem: saindo de Paris até Limoges ou Libourne e conexão até Périgueux
SNCF
De avião: até Bordeaux, Bergerac e Brive-la-Gaillard e uma hora de carro
http://bergerac.aeroport.fr/
http://www.aeroport-brive-vallee-dordogne.com/

Viajar por esta região pede um carro, até para fazer picnic nas estradas e se surpreender com lugares que nem eram previstas no roteiro!


Visualizar Dordogne em um mapa maior



Nenhum comentário:

Postar um comentário