Páginas

Château de Chenonceau

Continuando o passeio do Vale do Loire, seguimos para o castelo de Chenonceau, após passar por Chambord. O encanto deste castelo está por conta de suas tapeçarias, arcos sobre o rio e as senhoras que ali moraram.









Apesar de ser um castelo modestamente pequeno face a outros como Chambord, Chenonceau tem o charme de sua arquitetura nos arcos que cortam o rio Cher. A começar por um caminho de grandes árvores que nos leva até à sua fachada lateral, de início temos a ideia de um pequeno imóvel, mas quando passamos para as laterais em seus jardins, vemos seus 60 metros e a graça da sua arquitetura. Foi construído em 1513 e é conhecido como Castelo das Damas Iluministas (Madame Briçonnet, Diane de Poitier, Catherine de Medicis, Louise de Lorraine, Dupin e Pelouze)

No período da primeira guerra mundial, o proprietário deste castelo na época (cujo nome confesso não lembrar), transformou o salão principal como ala médica para feridos e combatentes.

No dia da visita, havia uma exposição sobre a vida e obras de Jean-Jacques Rousseau, por conta do tricentenário de seu nascimento e que ficará até novembro de 2012. Rousseau teve ali seu amor impossível, Madame de Dupin, senhora admiradora dos iluministas e esposa de Claude Dupin.

Como chegar
Perfazendo o mesmo caminho de Chambord, deste leva-se cerca de meia hora. É possível ainda ir de trem saindo da estação Paris-Montparnasse. Como comentei no post de Chambord, creio que vale mais a pena ir de carro para aproveitar a paisagem e cidadezinhas. O trecho só de ida a Chenonceau custa em média 40€.

A Visita
Aberto todos os dias, entrada 11€, estacionamento gratuito. Fica a cerca de 40 minutos de Chambord e 20 minutos de Tours ou Amboise.
























 

Um comentário:

  1. Jean, muito legal o seu trabalho, que nos inspira a querer viajar e conhecer estes lugares extraordinários. Abraço, Elias

    ResponderExcluir