Páginas

Decolagens e situações possíveis

Quero repostar uma analise muito boa de um amigo sobre problemas que ocorrem na aviação, como foi o caso desta semana com a American Airlines. Esse comportamento consumista de achar que por estar pagando um serviço ele é infalível, é inaceitável dentro do próprio proposito da vida, com todas suas fragilidades. Todos trabalham e estão empenhados para o sucesso do voo e mesmo assim são subestimados e julgados como um sanduíche pedido errado numa lanchonete.




Momento utilidade publica, por Jimmy Toseli

Ajudando meus amigos tripulantes.
Ontem um avião da American Airlines teve que retornar ao aeroporto de Cumbica em decorrência de fogo no motor. Lí algumas reportagens e me deparei com alguns comentários que me deixaram intrigados.

Segue relatos dos passageiros.
- O avião durante o processo de decolagem, fez um barulho muito forte e em seguida pegou fogo no motor, mesmo assim, o comandante decolou o avião ao invés de frear.
Explicação
Dependendo da velocidade em que o avião se encontra não há mais a possibilidade de frear e a única opção é decolar. Lembrando que o avião se mantém no ar, pouso ou decola com apenas um motor e que o mesmo possui um sistema de alerta e extinção de fogo, que é acionado pelos pilotos no cockpit.

- Durante o ocorrido, o comandante não nos deu nenhuma informação, retornando o avião ao aeroporto, um absurdo o desrespeito.
Explicação
Quando ocorre uma emergência, alarmes e alertas ocorrem na cabine de comando, e neste momento os pilotos se concentram ao máximo para resolver o problema, ou seja, neste momento ele está ocupado em salvar a tua vida e não te dar explicações que, obviamente, acontecerão depois do problema resolvido.

- Perguntamos aos comissários o que estava acontecendo e eles não respondiam, nos mandando calar.
Explicação
Os comissários não te dão explicações pq eles também não sabem o que está acontecendo, ficam quietos, concentrados, lembrado procedimentos de emergência que obtiveram mediante incansáveis treinamentos. O mandar calar é para que possam estarem alertas às orientações da cabine de comando.

- Isso nos causou transtornos, eu tinha reunião marcada em Dallas.
Explicação
Prefiro não comentar, se o comandante tivesse prosseguido viagem, a reunião dessa criatura seria em uma sessão espírita.

E A ANAC AINDA INSISTE E DIMINUIR UM COMISSÁRIO A BORDO... SEGURANÇA BANALIZADA MESMO. QUE SIRVA DE ALERTA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário